Categoria: Destaque, Economia

Presidente do BNDES defende foco em empresas médias

Da Redação SPRIO+ • 8/01/2019 • 2 semanas atrás




O novo presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, recebeu o cargo hoje (8) de seu antecessor, Dyogo Oliveira, em cerimônia realizada na sede da instituição, no Rio de Janeiro. Em discurso para uma plateia formada, em sua maioria, por representantes de instituições financeiras, Levy defendeu parcerias com a iniciativa privada e o fortalecimento das empresas médias.

“Não há país com uma livre iniciativa forte que não tenha empresas médias fortes. Na verdade, historicamente, é uma vulnerabilidade do Brasil não ter um setor de empresas médias e pequenas, mas principalmente médias fortes e com capacidade de crescer e criar emprego, desenvolver e incorporar novas tecnologias”, disse Levy. Para ele, este é um desafio e um mercado para o BNDES atuar.

Ao comentar a necessidade de investir em infraestrutura, Levy destacou que o maior desafio do país hoje nesse setor é ter um fluxo de projetos sólidos e eficientes. “E esse é o papel do BNDES, trabalhando com o governo, auxiliando no desenvolvimento dos projetos, na modelagem.  E depois financiando não só com o nosso funding, mas junto com a iniciativa privada.”

O economista defendeu ainda que os portais do BNDES sejam mais amigáveis e acessíveis no modo de apresentar as informações ao cidadão. “Também vamos ter que reformar e repensar o nosso balanço. Temos que usar nossas fortalezas financeiras e nossos ativos de modo mais inteligente de tal maneira que possamos juntar forças com o setor privado tanto na área de infraestrutura como nas áreas para a média empresa e tecnologia que são essenciais para aumentar a produtividade do nosso país.”

Ao deixar o cargo, Dyogo Oliveira deixou uma mensagem de otimismo para a gestão de Joaquim Levy e afirmou que o Brasil vive uma nova oportunidade de se recriar e recuperar a respeitabilidade no cenário internacional. Segundo Oliveira, o banco, assim como o país, atravessou um período de dificuldades e tempestades.

“O BNDES continuará sendo uma grande instituição brasileira. Poucos países têm a honra e o orgulho de ter uma instituição com a capacidade técnica e operacional que o BNDES tem”, disse Oliveira. Ele ressaltou que muitos erros atribuídos ao BNDES no passado não foram culpa de seu corpo técnico. “Os equívocos que foram cometidos, em sua enorme maioria, quase a totalidade, foram equívocos de motivação política.”

Witzel

Em discurso na cerimônia, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, chamou a atenção para as dificuldades financeiras enfrentadas pelo estado, referindo-se ao déficit de R$ 8 bilhões como “uma herança maldita”, que pode ser ainda mais grave, se somado aos R$ 11 bilhões de restos a pagar que também precisam ser quitados.

Witzel defendeu mudanças na lei que rege o Regime de Recuperação Fiscal assinado entre o estado e a União e afirmou que não é o momento de privatizar a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae).

“É preciso repactuar essas dívidas e encontrar uma fórmula mais adequada que seja possível de ser paga e não seja uma bomba relógio no colo dos próximos governantes”, disse o governador. “Para que a gente possa pagar o passivo e continuar governando sem sacrificar essa geração nem as gerações futuras”, acrescentou Witzel.

(Agência Brasil)

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil.



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Publicidade

Últimas noticias

Cidades, Destaque

São José recebe caminhão de renegociação de dívidas

A cidade de São José dos Campos vai receber a partir desta terça-feira (22) o caminhão itinerário do Serasa. Ele …

3 horas atrás
Destaque, Economia

Sindicatos querem mobilização nacional contra fechamento da GM

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos defende uma mobilização nacional contra fechamento de fábricas da General Motors …

6 horas atrás
Destaque, Economia

BNDES altera destinação de recursos ao Museu Nacional

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou hoje (21) mudança de finalidade no contrato de financiamento firmado …

6 horas atrás
Economia, O Vale

Comércio eletrônico na RMVale cai 13% no terceiro trimestre

O faturamento real do comércio eletrônico da RMVale atingiu R$ 171,6 milhões no terceiro trimestre de 2018. Entretanto, houve queda …

9 horas atrás
Cidades, Destaque

Biometria e revisão em cartório serão obrigatórias para eleitores de São José dos Campos

Foto: Divulgação/PMSJC.
Para as próximas eleições municipais de 2020, os eleitores de São José dos Campos terão quer realizar obrigatoriamente a …

10 horas atrás
Esporte, Política

Brasil busca verbas para garantir participação na Universidade

Depois de uma edição em que levou a maior delegação de sua história para a olimpíada universitária (Universíade), em 2017, …

13 horas atrás
Esporte

Vôlei Taubaté vence Corinthians pela Superliga

O Vôlei Taubaté visitou o Corinthians neste domingo (20), em partida válida pela segunda rodada do returno da Superliga. O …

1 dia atrás
Esporte

Taubaté vence Penapolense na estreia da Série A2

O Taubaté visitou a Penapolense neste domingo (20), em partida válida pela estreia da equipe na Série A2 do paulista. …

1 dia atrás
Esporte

Vôlei Taubaté visita Corinthians pela Superliga

Após ter disputado a libertadores durante a semana, o Vôlei Taubaté visita o Corinthians neste domingo (20), em partida válida …

2 dias atrás
Cidades, Destaque

Cidades que têm guarda municipal armada apresentaram queda de homicídios, aponta estudo

Um estudo feito com o apoio de professores da FGV mostra que as cidades que armaram suas guardas municipais após …

2 dias atrás