fbpx
Categoria: Cidades, São Paulo

Poluição do ar afeta crescimento de árvores em São Paulo

Da Redação SPRIO+ • Publicado em 13/04/2019, às 18:00 • Atualizado em 12/04/19, às 9:46




Poluição do ar afeta crescimento de árvores em São Paulo

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Os efeitos da poluição do ar à saúde humana já são conhecidos. Uma pesquisa do Instituto de Biociências (IB) da Universidade de São Paulo (USP) identificou agora que as árvores também sofrem esses efeitos, o que interfere nos benefícios ambientais prestados por elas. Os pesquisadores utilizaram como modelo a tipuana (Tipuana tipu) – uma das espécies de árvores mais comuns em São Paulo – e mostraram que os poluentes atmosféricos restringem o desenvolvimento desse tipo de planta.

Diminuir temperatura, produzir vapor de água, mitigar o escoamento da água da chuva e, inclusive, filtrar a poluição são alguns dos benefícios das árvores no ambiente urbano que estão prejudicados. “Vamos precisar muito desses serviços ambientais para a gente se adaptar aos impactos das mudanças climáticas. É muito importante ter árvores na cidade. Quanto mais saudáveis elas forem, mais rapidamente a gente vai ganhar esse serviço [ambiental]. As árvores que estão crescendo neste momento estão, provavelmente, sofrendo com o efeito da poluição”, disse Marcos Buckeridge, professor do IB-USP e responsável pelo projeto.

Foram analisadas 41 tipuanas localizadas em diferentes distâncias do Polo Industrial de Capuava, em Mauá, uma das áreas mais industrializadas da região metropolitana de São Paulo. De acordo com os pesquisadores, o bairro é composto por áreas residenciais e comerciais e um polo industrial, formado por refinarias de petróleo e fábricas de cimento e fertilizantes, por onde circula grande quantidade de caminhões e carros.

ESTUDO

Com um instrumento semelhante a uma broca de furadeira, mas com o interior oco, chamado de sonda Pressler, os pesquisadores retiraram amostras das cascas e dos anéis de crescimento. Eles analisaram a composição química e o tamanho dos anéis e conseguiram medir a variação dos níveis de poluição do ar por diversos elementos químicos a que as plantas foram expostas durante o desenvolvimento e como esse fator influenciou o crescimento delas.

“Nós pegamos árvores que estão em posição onde há uma poluição muito forte e comparamos com árvores onde a poluição não é tão forte”, afirmou Buckeridge. Quando os anéis são muito grandes ou largos, isso indica anos de bom crescimento, ou seja, foram anos de menores níveis de poluição. Os anéis de crescimento menores ou mais estreitos, por sua vez, representam anos de crescimento ruim, quando os níveis de poluição foram maiores.

“As árvores mais próximas às vias de tráfego e expostas a concentrações mais altas de alumínio, bário e zinco, gerados pelo desgaste de peças de automóveis, tiveram menor crescimento ao longo dos anos”, mostra o estudo, que teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

De acordo com a pesquisa, o material particulado (partículas muito finas de sólidos ou líquidos suspensos no ar) com tamanho de até 10 micrômetros (PM10), emitido pelo polo industrial, reduziu em até 37% a taxa de crescimento do diâmetro das árvores mais próximas à área.

Os resultados das análises da composição química das amostras das cascas foram confirmadas com dados obtidos por meio de séries temporais de emissões de material particulado na região de Capuava por cerca de 20 anos, elaboradas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

O estudo revela que os metais pesados e o material particulado influenciam o desenvolvimento das árvores ao mudar as propriedades ópticas da superfície das folhas. “Dessa forma, aumentam a temperatura e reduzem a disponibilidade de luz para a fotossíntese da planta. Além disso, podem reduzir as trocas gasosas das árvores ao acumular nos estômatos foliares – um conjunto de células nas folhas da planta que permitem a troca de gases com o ambiente e a transpiração do vegetal”.

Buckeridge destaca que a pesquisa mostrou o impacto da poluição no desenvolvimento das tipuanas e, agora, em novas etapas do trabalho, será possível calcular os impactos para a cidade como um todo. “Agora vamos ter que integrar, fazer a modelagem da arborização em São Paulo e ver, no caso da tipuana tipu, quais são esses efeitos no nível macro, mas nós não temos esse número ainda”, explicou.

(Agência Brasil)



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Publicidade
Últimas noticias
Cidades, Política

Prefeitura de Taubaté vai capacitar 150 guardas municipais

Ovale

Foto: Divulgação/PMT
O governo Ortiz Junior (PSDB) abriu uma licitação para contratar a empresa que ficará responsável pelo curso de tiro …

3 horas atrás
Cidades

Projeto social em São José doa pão para moradores de rua

Júlia Carvalho/Ovale

Foto: Arquivo Pessoal
Em um cenário com mais de 800 moradores de rua, o projeto social ‘Pão do Bem’ surge …

3 horas atrás
Cidades, Destaque

Salário médio na RMVale cresce abaixo da inflação

Xandu Alves/OVALE

O salário médio no Vale do Paraíba subiu menos do que a inflação nos quatro primeiros meses do ano. …

5 horas atrás
Esporte

Taubaté Futsal vence Mogi das Cruzes e se classifica para a final da Copa Paulista

Redação SPRIO+

Foto: Rafael Citro / Voz do Vale
Em jogo válido pela semifinal da Copa Paulista, o Taubaté Futsal recebeu o …

23 horas atrás
Cidades, Destaque, Economia

Crise na Argentina provoca queda na exportação de veículos do Vale

Xandu Alves/OVALE

Foto: Divulgação
A crise na Argentina derrubou a exportação de veículos do Vale do Paraíba para o país vizinho, com …

1 dia atrás
Cidades, Destaque, Política

Prévia da nova Lei do Zoneamento é publicada em São José dos Campos

OVALE

Foto: Claudio Vieira/ PMSJC
O governo Felicio Ramuth (PSDB) publicou nesta sexta-feira a proposta prévia para a Lei do Zoneamento em …

1 dia atrás
Cidades

São José terá blitzes da Lei Seca em dia de jogo do Brasil

OVale

Foto: Divulgação/PMSS
Em dias dos jogos da Seleção Brasileira na Copa América, a cidade de São José dos Campos irá realizar …

2 dias atrás
Agenda Cultural

Agenda Cultural – 14/06/2019

Confira a agenda do final de semana com Gabriela Barreto, nesta edição:

Festival Turístico e Gastronômico Junino em Pindamonhangaba: Neste sábado …

2 dias atrás
Economia, Política

Guedes: relatório apresentado na Câmara pode abortar Previdência

Vitor Abdala/Agência Brasil

Foto: Arquivo/Adriano Machado/Agência Brasil
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (14), no Rio de Janeiro, que …

2 dias atrás
Cidades

Manifestantes voltam às ruas para protestar contra a reforma da Previdência

Daniel Melo/Agência Brasil

Foto: Jefferson Ricardo/Futura Press/Folha Press
Diversas cidades brasileiras registram hoje (14) manifestações por mais recursos para a educação e …

2 dias atrás