fbpx
Categoria: Saúde

São Paulo registrou 36 casos de sarampo desde janeiro

Da Redação SPRIO+ Publicado em 30/05/2019, às 17:05 • Atualizado em 30/05/19, às 17:00




Flávia Albuquerque/Agência Brasil

São Paulo registrou 36 casos de sarampo desde janeiro

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O estado de São Paulo registrou, de janeiro até agora, 36 casos de sarampo. Este é o maior número de casos da doença desde 1999 quando, em todo o ano, foram contabilizadas 94 pessoas com sarampo.

O primeiro surto de 2019 ocorreu em Santos, com 21 casos, provenientes de um navio que atracou no porto da cidade. Pelo menos 17 tripulantes e dois passageiros tiveram a doença confirmada. Os outros dois casos atingiram profissionais da saúde do município. Na capital paulista, 14 pessoas foram confirmadas com a doença e em Osasco, uma.

Devido ao número de casos confirmados, o estado está entre aqueles que participarão, entre os dias 10 de junho e 12 de julho, da campanha extraordinária de vacinação contra o sarampo do Ministério da Saúde. O objetivo é vacinar a população na faixa etária de 15 a 29 anos.

A diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, Regiane de Paula, explicou que a vacina contra o sarampo deve ser aplicada em duas doses: a primeira quando a criança tem um ano de idade, prevenindo contra sarampo, rubéola e caxumba. A segunda, chamada de reforço, é dada aos 15 meses, com a tretaviral, que além das três doenças anteriores, inclui a varicela. “Muitas vezes essa segunda dose não é dada. Quando fazemos um monitoramento rápido, percebemos que a população de 15 a 29 é a mais acometida pelo sarampo. Por isso, é importante reforçar a vacinação nessa faixa etária”.

Segundo a diretora, ao detectar um caso suspeito de sarampo é feito o bloqueio dos contatos do indivíduo, com vacinação não só nas pessoas conhecidas da vítima, como nos oito quarteirões ao redor do infectado. “No município de Santos, para se ter uma ideia, nós vacinamos durante 45 dias, mais de 35 mil pessoas e verificamos mais de 55 mil carteiras de vacinação, somente em passageiros desembarcando e embarcando de navios. Em Santos desencadeamos uma vacinação para 90 mil pessoas”.

O sarampo era uma doença eliminada no país, mas em 19 de fevereiro de 2019 o Ministério da Saúde comunicou à Organização Mundial da Saúde que o Brasil voltou a ter casos da doença. Para continuar com o certificado, é preciso não ter registrado casos em 12 meses. “Com o surto que aconteceu com as pessoas que vieram da Venezuela, do Pará e de Manaus o território ficou 12 meses sem a interrupção da doença”.

De acordo com Regiane, São Paulo é o estado que tem maior fluxo de pessoas transitando em seu território, por ter o maior porto da América Latina e o maior aeroporto internacional. “O que aconteceu no porto, com os 21 casos, mostra a fragilidade. Esses tripulantes que vieram contratados por essa empresa não tinham carteira vacinal. Uma vez que esse navio vem da Europa, que tem muitos casos e até óbitos por sarampo, porque a vacinação não é obrigatória na Europa, pode trazer e levar doenças”.

A diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica ressaltou que o sarampo é uma das doenças mais transmissíveis, com um indivíduo podendo contaminar mais de 200 pessoas. “A vacina é a forma mais eficiente de controlar um surto de sarampo em uma população não vacinada ou que não tem o esquema vacinal completo nesse momento. E aí falamos também dos profissionais da saúde que precisam se vacinar.”

Regiane reforçou que atualmente o sarampo é uma das maiores preocupações das autoridades e que a vacina é altamente segura, feita com vírus vivo atenuado.



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Publicidade
Últimas noticias
Cidades

Blitz prende homem e recolhe 21 CNHs em segundo dia de festival de música em São José

Foto: PMSJC
Um homem foi preso e 21 CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) foram recolhidas em uma Blitz da Lei Seca …

1 hora atrás
Destaque, Economia

Taxa básica de juros será definida nesta semana

Foto: Marcello Casal Jr
A taxa básica de juros – a Selic – será definida na sexta reunião deste ano do …

46 minutos atrás
Economia

Caixa registra 12 milhões de transações após liberação do FGTS

Foto: Arquivo
A Caixa Econômica Federal registrou 12 milhões de transações no primeiro sábado com agências bancárias abertas para o pagamento …

43 minutos atrás
Cidades

Mulher morre após colisão na Carvalho Pinto

Foto: Charles de Moura/PMSJC
Uma mulher morreu após um acidente envolvendo dois carros na madrugada deste domingo (15) na Rodovia Carvalho …

34 minutos atrás
Esporte

São José Basketball vence Osasco e está classificado para as quartas de final do paulista

Foto: Arthur Marega Filho
A fim de garantir a vaga para às quartas de final do Campeonato Paulista, o São José …

14 horas atrás
Cidades

Homem morre após ser atingido por tora de madeira em São José

Foto: Divulgação/Bombeiros
Um homem morreu após ser atingido por uma tora de madeira na tarde deste sábado (14) no bairro Recanto …

17 horas atrás
Cidades, Política

Caçapava está no Top10 do ranking estadual de obras paradas

Foto: Divulgação/PMC
Caçapava está na lista das cidades com as 10 obras mais caras e que se encontram no estado de …

23 horas atrás
Destaque, Economia

Vendas aumentam 12% em quatro dias na Semana do Brasil

Foto: Valter Campanato
Em quatro dias, as vendas no varejo em todo o país registram crescimento nominal de 12%, de acordo …

23 horas atrás
Cidades, Economia

Cerca de 160 mil trabalhadores da RMVale devem sacar o FGTS

Foto: Arquivo/Agência Brasil
No Vale do Paraíba, 161.687 trabalhadores devem realizar o saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de …

23 horas atrás
Cidades, Destaque

RMVale terá conselhos consultivos para agilizar projetos das cidades

Foto: Divulgação
A Região Metropolitana do Vale do Paraíba terá conselhos consultivos para cada uma das cinco sub-regiões que incluem todas …

23 horas atrás