fbpx
Categoria: Destaque, Política

Eleitores joseenses são contra flexibilizar o uso de armas

Da Redação SPRIO+ • Publicado em 8/06/2019, às 10:39 • Atualizado em 10/06/19, às 11:26




Caique Toledo/OVALE

Eleitores joseenses são contra flexibilizar o uso de armas

Foto: Reprodução

Mais de 90% dos moradores de São José dos Campos são contrários à flexibilização para o uso do armas de fogo, proposto pelo governo Jair Bolsonaro (PSL).

São 92,2% que se posicionaram como não sendo favoráveis e 6,6% que são a favor, segundo a pesquisa OVALE/ACI (Associação Comercial Industrial) de São José, feita em parceria com a Unitau (Universidade de Taubaté), por intermédio da Fapeti (Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Inovação).

Outros 0,5% não souberam responder e os demais 0,7% não responderam. Ao todo, foram entrevistados 423 moradores da cidade, entre os dias 27 e 30 de maio, em locais estratégicos: praça Afonso Pena, rua Sete de Setembro, avenida Quinze de Novembro e os shoppings Center Vale, Colinas e Vale Sul.

A pesquisa também questionou os moradores se, caso tivessem condições financeiras e fizessem os testes necessários, teriam uma arma de fogo. A maioria, 74,4%, respondeu que “não”, enquanto 18,7% disseram ser contra o porte de armas. Outros 5,9% disseram que teriam, 0,7% não souberam responder e 0,2% não responderam.

A margem de erro da pesquisa é de 4,76 pontos percentuais, para mais ou para menos.

GOVERNO

Este ano, o presidente Bolsonaro assinou decreto que flexibilizava regras para posse de arma de fogo no país.

Institutos de pesquisa da violência criticaram a medida e dizem que irão aumentar o acesso a armas, a venda no mercado negro e, por consequência, os homicídios. Já fabricantes defendem argumentando se tratarem de garantias de legítima defesa, e ainda projetam aumento da demanda por armamentos.

Na prática, o decreto nº 9.785, de 7 de maio, libera o porte de arma para diversas categorias, contornando limitação imposta pela lei do Estatuto do Desarmamento, de 2003. A norma proibia o porte de armas no Brasil exceto em condições especiais. O Senado discute os projetos.

PSL contesta resultados da pesquisa e diz que “não reflete opinião da maioria”

Responsável pelo PSL no Vale do Paraíba, Anderson Senna contestou os resultados do levantamento.

“De forma lógica, tal pesquisa não reflete opinião da maioria, seja em São José, no Vale ou a nível nacional. O povo brasileiro, em sua grande maioria, votou e elegeu um presidente que tinha como uma de suas principais promessas de campanha a facilitação do acesso à arma de fogo ao cidadão de bem”, afirmou.

Ele apontou que metodologias de muitas pesquisas “se provaram claramente tendenciosas” nos últimos anos.

Segurança: 96% aprovam trabalho da PM em São José

Outros questionamentos feitos na pesquisa OVALE/ACI em parceria com a Unitau também abordaram segurança. Por exemplo, 96% avaliaram o trabalho da polícia na cidade como ótimo, muito bom ou bom (12,1%, 41,5% e 42,4%, respectivamente). Outros 2,6% responderam que o trabalho é ruim; 0,5% que é muito ruim; 0,2% que é péssimo; e 0,7% não responderam essa questão.

“É um reconhecimento das pessoas ao trabalho que o Estado vem fazendo para melhorar a segurança das cidades e o convívio social. Ainda existe muito por fazer, e estamos nos empenhando em melhorar a cada dia. Não podemos nos acomodar porque o crime não se acomoda”, afirmou o coronel Stanelis, comandante do CPI-1 (Comando do Policiamento do Interior-1), que abrange a RMVale.



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Publicidade
Últimas noticias
Esporte

São José Futsal enfrenta Sorocaba pela semifinal do Campeonato Paulista

Redação SPRIO+

Foto: Brenno Domingues
Em jogo valido pela semifinal do Campeonato Paulista, o São José Futsal enfrenta hoje o Sorocaba, ás …

11 horas atrás
Branded

Programa Mãos à Obra – Brig. Maurício Pazini Brandão (3° Bloco)

O programa Mãos à Obra, entrevistou o Secretário Nacional de Tecnologias Aplicadas do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e …

12 horas atrás
Cidades, Destaque

Campos do Jordão registra primeira morte por H1N1 em 2019

OVale

Foto: Divulgação
A cidade de Campos do Jordão registrou a primeira morte provocada por gripe H1N1 em 2019. A vítima é …

12 horas atrás
Cidades

Taubaté confirma primeiro caso de sarampo em 2019

OVale

Foto: Divulgação
A Vigilância Epidemiológica de Taubaté confirmou nesta terça-feira (16) o primeiro caso de sarampo no município. O caso é …

13 horas atrás
Cidades, Destaque

Zona Azul deixa de operar a partir desta quinta-feira em Caraguá

OVale

Foto: Divulgação/PMC
Esta quarta-feira (17) será o último dia de cobrança na zona azul de Caraguatatuba. A partir das 0h desta …

13 horas atrás
Economia

PIB recua 0,8% no trimestre encerrado em maio, diz FGV

Vitor Abdala/Agência Brasil

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil
O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e …

14 horas atrás
Cidades

Passagem de ônibus fica R$ 0,40 mais cara em Taubaté

OVale

Foto: Divulgação/PMT
A partir do dia 1º de agosto, a passagem de ônibus vai ficar R$ 0,40 mais cara em Taubaté. …

14 horas atrás
Economia

Queda de comércio com EUA afeta exportações brasileiras

Vitor Abdala/Agência Brasil

Foto: Agência Brasil
As exportações brasileiras recuaram 10,4%, em valor, na comparação de junho deste ano com o mesmo …

18 horas atrás
Cidades

Interior de SP é um dos destinos mais procurados nas férias de julho

Bruno Bocchini/Agência Brasil

Foto: Marco Ankosqui/MTUR
O interior de São Paulo está entre os principais destinos turísticos das férias de julho procurados …

18 horas atrás
Cidades, Destaque

Polícia Ambiental busca onça-parda na Johnson & Johnson em São José

Foto: Arquivo/OVALE
A Polícia Ambiental faz buscas por uma onça-parda na tarde desta terça-feira (16) na área da empresa Johnson & …

1 dia atrás