Categoria: Economia

Previsão de crescimento do PIB cai pela 15ª vez seguida e fica em 1%

Da Redação SPRIO+ Publicado em 10/06/2019, às 10:53 • Atualizado em 10/06/19, às 10:49




Kelly Oliveira/Agência Brasil

Previsão de crescimento do PIB cai pela 15ª vez seguida e fica em 1%

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia neste ano chegou a 1%, após 15 reduções consecutivas. É o que mostra o boletim Focus, resultado de pesquisa do Banco Central (BC) a instituições financeiras, divulgado às segundas-feiras.

A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – desta vez foi reduzida de 1,13% para 1%.

A expectativa das instituições financeiras é que a economia tenha crescimento maior em 2020, entretanto, a previsão para o próximo ano foi reduzida de 2,50% para 2,23%. A previsão para 2021 e 2022 permanece em 2,50%.

Inflação

A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 4,03% para 3,89% este ano, foi mantida em 4% para 2020 e em 3,75% para 2021 e 2022.

Na última sexta-feira, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou em maio, ao variar 0,13%, 0,44 ponto percentual abaixo da taxa de abril (0,57%). Esse foi o menor resultado para maio desde 2006 (0,10%). A variação acumulada no ano ficou em 2,22% e em 12 meses chegou a 4,66%.

A meta de inflação de 2019, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

A estimativa para 2020 está no centro da meta: 4%. Essa meta tem intervalo de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Para 2021, o centro da meta é 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. O CMN ainda não definiu a meta de inflação para 2022.

Taxa básica de juros

Para controlar a inflação, o BC usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic. Para o mercado financeiro, a Selic deve permanecer no seu mínimo histórico de 6,50% ao ano até o fim de 2019.

Para o fim de 2020, a projeção caiu de 7,25% ao ano para 7%. Para o fim de 2021, a previsão passou de 8% ao ano para 7,50% e para o final de 2022, segue em 7,50% ao ano.

A Selic, que serve de referência para os demais juros da economia, é a taxa média cobrada nas negociações com títulos emitidos pelo Tesouro Nacional, registradas diariamente no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic).

A manutenção da Selic este ano, como prevê o mercado financeiro, indica que o Copom considera as alterações anteriores nos juros básicos suficientes para chegar à meta de inflação.

Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo. Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de ficar acima da meta de inflação.

Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Dólar

A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,80 no fim de 2019 e de 2020.



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Deixe seu comentário:
Os comentários não representam a opinião da SP Rio +. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade:
Últimas noticias
Destaque, Economia

Fim do acordo com a Boeing é o principal motivo para prejuízo na Embraer, diz Sindicato

Foto: Divulgação
O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, por meio de um estudo realizado pelo laese (Instituto Latino-Americano …

2 horas atrás
Economia

Bolsonaro defende privatizações e responsabilidade fiscal do Estado

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro defendeu hoje (12) a privatização de empresas públicas e disse que “os desafios …

6 minutos atrás
Economia

Vendas no comércio varejista cresceram 8,0% em junho, diz IBGE

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil
O comércio varejista cresceu 8,0% em junho na comparação com o mês anterior. A alta, na série …

2 horas atrás
Esporte, Saúde

CBF autoriza Atlético-GO a escalar atletas com teste covid-19 positivo

Foto: Heber Gomes/ACG
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) acatou o recurso do Atlético-GO e liberou o clube para escalar quatro …

3 horas atrás
Economia

Caixa credita hoje auxílio emergencial para nascidos em julho

Foto: Marcello Camargo/Agência Brasil
A Caixa credita hoje (12) auxílio emergencial para quase 4 milhões de beneficiários nascidos em julho. São …

3 horas atrás
Cidades

Caminhão tomba na alça de acesso a viaduto na zona oeste de São José dos Campos

Um caminhão de grande porte tombou na alça de acesso do viaduto Pastor Liberato Colombani – próximo da Johnson & …

23 horas atrás
Cidades

Reforma do telhado do Mercadão de São José dos Campos deve ser concluída até o fim de agosto

Foto: Charles Moura/PMSJC
A Prefeitura de São José dos Campos informou nesta terça-feira (11) que a reforma do telhado do Mercado …

23 horas atrás
Cidades, Mais Destaques

Prefeitura de São José dos Campos pede a inclusão de taxistas nos aplicativos de transporte

O pedido foi feito à Prefeitura por um grupo de taxistas – Foto: PMSJC
A Prefeitura de São José dos Campos …

23 horas atrás
Cidades

Trabalhadoras da Blue Tech entram em greve por aumento do PLR

Foto: Sindicato dos Metalúrgicos
As trabalhadoras da Blue Tech, em Caçapava, entraram em greve nesta terça-feira (11) após rejeitarem a proposta …

23 horas atrás
Esporte

FPF define data para discutir a volta do Campeonato Paulista da Segunda Divisão

Foto: Fábio Moraes/Equipe futebol show
A Federação Paulista de Futebol (FPF) se reuniu na manhã desta terça-feira (11) com os clubes …

1 dia atrás