fbpx
Categoria: Cidades, Destaque

Salário médio na RMVale cresce abaixo da inflação

Da Redação SPRIO+ • Publicado em 16/06/2019, às 11:26 • Atualizado em 17/06/19, às 11:45




Xandu Alves/OVALE

Salário médio na RMVale cresce abaixo da inflação e carreiras perdem vagas

O salário médio no Vale do Paraíba subiu menos do que a inflação nos quatro primeiros meses do ano. No período, o valor chegou a R$ 2.156,33, contra R$ 2.086,02 no primeiro quadrimestre do ano passado, alta de 3,37%.

A inflação acumulada nos últimos 12 meses, a partir de abril, foi de 4,94% segundo o índice apurado pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial no país.

Além do rendimento abaixo do aumento do custo de vida, o saldo das carreiras que empregaram no Vale foi negativo entre janeiro e abril, registrando -127 postos de trabalho, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

No primeiro quadrimestre do ano passado, o saldo das carreiras foi de 2.381.

Na avaliação do economista Edson Trajano, que é pesquisador do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais), da Unitau (Universidade de Taubaté), o setor industrial reduz os salários por causa da crise econômica.

“A média salarial da indústria, no final de 2017, estava em R$ 5.100. De lá para cá, as fábricas demitiram trabalhadores e contratam pessoas ganhando menos, O risco de perder emprego continua alto”, disse o economista.

INDÚSTRIA

Foi justamente a indústria o setor que mais sentiu o golpe da retração econômica, ainda longe de arrefecer.

No ano passado, no primeiro quadrimestre, a profissão que mais empregou na região foi a de alimentador de linha de produção, cargo comum no segmento industrial do Vale.

A carreira gerou 1.210 empregos, com média salarial de R$ 1.442,52.

CARREIRAS

Neste ano, de janeiro a abril, a carreira caiu para o segundo lugar das que mais geraram postos de trabalho e o salário médio foi de R$ 1.439,84, queda de -0,19%.

Quem mais empregou no quadrimestre foi a carreira de professor, com 1.015 empregos, mas abaixo do saldo do mesmo período do ano passado, de 1.191. O salário médio aumentou 5,56%, de R$ 1.817,50 para R$ 1.918,57.

Quinta maior empregadora do Vale entre os meses de janeiro a abril de 2018, a carreira de operador de máquinas, também do setor industrial, sumiu do ‘top 5’ neste ano.

No ano passado, a profissão gerou 203 empregos no Vale com salário médio de R$ 1.882,54, o mais alto do ‘top 5’.

“A crise causou a precarização dos empregos, com ofertas de vagas de menor qualificação e com salários mais baixos. A indústria está passando por esse processo”, afirmou Trajano.

O segundo lugar entre as carreiras com maior saldo em 2019 foi a de assistente administrativo, com 295 empregos gerados de janeiro a abril no Vale. Em igual período de 2018, a profissão não aparecia entre as cinco mais geradoras de emprego. O salário médio de assistente foi de R$ 1.549,55.

Auxiliar de escritório e faxineiro completam o ‘top 5’ das profissões com maiores saldos no primeiro quadrimestre de 2019, com 234 e 133 vagas, respectivamente.

Os salários médios foram de R$ 1.256,47 e R$ 1.231,01.



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Publicidade
Últimas noticias
Esporte

São José Futsal enfrenta Sorocaba pela semifinal do Campeonato Paulista

Redação SPRIO+

Foto: Brenno Domingues
Em jogo valido pela semifinal do Campeonato Paulista, o São José Futsal enfrenta hoje o Sorocaba, ás …

11 horas atrás
Branded

Programa Mãos à Obra – Brig. Maurício Pazini Brandão (3° Bloco)

O programa Mãos à Obra, entrevistou o Secretário Nacional de Tecnologias Aplicadas do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e …

11 horas atrás
Cidades, Destaque

Campos do Jordão registra primeira morte por H1N1 em 2019

OVale

Foto: Divulgação
A cidade de Campos do Jordão registrou a primeira morte provocada por gripe H1N1 em 2019. A vítima é …

12 horas atrás
Cidades

Taubaté confirma primeiro caso de sarampo em 2019

OVale

Foto: Divulgação
A Vigilância Epidemiológica de Taubaté confirmou nesta terça-feira (16) o primeiro caso de sarampo no município. O caso é …

12 horas atrás
Cidades, Destaque

Zona Azul deixa de operar a partir desta quinta-feira em Caraguá

OVale

Foto: Divulgação/PMC
Esta quarta-feira (17) será o último dia de cobrança na zona azul de Caraguatatuba. A partir das 0h desta …

13 horas atrás
Economia

PIB recua 0,8% no trimestre encerrado em maio, diz FGV

Vitor Abdala/Agência Brasil

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil
O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e …

13 horas atrás
Cidades

Passagem de ônibus fica R$ 0,40 mais cara em Taubaté

OVale

Foto: Divulgação/PMT
A partir do dia 1º de agosto, a passagem de ônibus vai ficar R$ 0,40 mais cara em Taubaté. …

13 horas atrás
Economia

Queda de comércio com EUA afeta exportações brasileiras

Vitor Abdala/Agência Brasil

Foto: Agência Brasil
As exportações brasileiras recuaram 10,4%, em valor, na comparação de junho deste ano com o mesmo …

17 horas atrás
Cidades

Interior de SP é um dos destinos mais procurados nas férias de julho

Bruno Bocchini/Agência Brasil

Foto: Marco Ankosqui/MTUR
O interior de São Paulo está entre os principais destinos turísticos das férias de julho procurados …

18 horas atrás
Cidades, Destaque

Polícia Ambiental busca onça-parda na Johnson & Johnson em São José

Foto: Arquivo/OVALE
A Polícia Ambiental faz buscas por uma onça-parda na tarde desta terça-feira (16) na área da empresa Johnson & …

1 dia atrás