Categoria: Cidades

MP volta a apurar possíveis prejuízos ambientais decorrentes da Lei de Zoneamento em São José

Julio Codazzi/OVALE - Publicado em 8/10/2019, às 9:33 • Atualizado em 8/10/19, às 11:57




MP volta a apurar possíveis prejuízos ambientais decorrentes da Lei de Zoneamento em São José

Foto: Elizete Ferreira/CMSJC

O CSMP (Conselho Superior do Ministério Público) negou o recurso em que o governo Felicio Ramuth (PSDB) contestava a abertura de um inquérito pelo Gaema (Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente) para apurar “possíveis prejuízos e ilícitos ambientais” decorrentes da aprovação da Lei de Zoneamento proposta pela gestão tucana. Com isso, a investigação, suspensa desde o fim de agosto, será retomada.

A decisão foi tomada pelo CSMP na última terça-feira, dia 1º de outubro. A retomada do inquérito não impede a votação do projeto, prevista para ocorrer em uma sessão ordinária nessa terça-feira (8), a partir das 19h.

No entanto, caso o Gaema conclua posteriormente que houve algum prejuízo ou ilícito ambiental com a aprovação das mudanças propostas, poderá ajuizar uma ação para contestar trechos da nova lei.

O inquérito foi instaurado no dia 17 de julho pelo órgão, que é um braço do Ministério Público, com base em um estudo de professores do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e da Unesp (Universidade Estadual Paulista), que apontou que as propostas da prefeitura representariam um retrocesso ambiental.

De acordo com esse estudo, embora haja uma ampliação de quase 8% das áreas totais de ZPA (Zona de Proteção Ambiental) – elas passariam de 10.273 hectares, na legislação atual, para 11.088 hectares -, as zonas de proteção seriam transferidas dos locais atuais para outros mais distantes do centro urbano.

As ZPAs atuais, concentradas na região sul e que contemplam as áreas de Cerrado e de recarga de aquíferos, seriam substituídas por ZPE (Zona de Planejamento Específico), ZI (Zona Industrial) e ZUPI (Zona de Uso Predominante Industrial).

Na portaria que instaurou o inquérito, o promotor escreveu que a mudança “provocaria um grande adensamento urbano e industrial justamente sobre os últimos remanescentes de Cerrado, com notórias repercussões ambientais ocasionadas à flora, à fauna, às áreas territoriais ambientalmente protegidas, aos mananciais e à várzea do Rio Paraíba do Sul”. O governo Felicio alega que os mecanismos de proteção ambiental foram “aprimorados”.

Em devolutivas, Câmara defendeu texto original feito pelo prefeito

A Câmara concluiu na semana passada o envio de respostas aos órgãos, empresas, entidades e grupos de moradores que haviam protocolado na Casa sugestões de alteração no projeto do zoneamento. Em todas as devolutivas, o presidente do Legislativo, Robertinho da Padaria (Cidadania), defendeu o texto original enviado pelo governo Felicio. Em um dos casos, por exemplo, a Defensoria Pública contestava o fato de o texto não delimitar as ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social).

Em outro, a Petrobras alegava que as mudanças no zoneamento no entorno da Revap (Refinaria Henrique Lage) poderão prejudicar a atividade da refinaria e de empresas distribuidoras de gás de cozinha.

Oposição recorre ao TJ para tentar impedir votação, prevista para hoje

O vereador Wagner Balieiro (PT) protocolou nessa segunda-feira um recurso contra a decisão da Justiça de São José que liberou a tramitação do projeto na Câmara. A apelação deve ser analisada pelo Tribunal de Justiça nessa terça-feira. A expectativa do petista é de que o TJ conceda uma liminar para suspender a votação do texto, que está prevista para ocorrer nessa terça no Legislativo, em sessão extraordinária, a partir das 19h. No recurso, Balieiro insiste que o governo Felicio não apresentou estudos técnicos que subsidiaram parte das modificações propostas no zoneamento. Na quarta-feira passada, a Justiça de São José chegou a conceder uma liminar que impediu a votação do projeto na quinta-feira, mas voltou atrás um dia depois.



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Deixe seu comentário:
Os comentários não representam a opinião da SP Rio +. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Últimas noticias
Cidades, Destaque, Saúde

Coronavírus mata mais do que homicídio em São José dos Campos

Foto: Divulgação
A Covid-19 matou mais que os homicídios em São José dos Campos no mês de abril. É o que …

2 horas atrás
Economia

Vale do Paraíba fecha 18 mil vagas de emprego no ano

Foto: Divulgação
Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados na última semana pelo Ministério da Economia, mostram que …

22 horas atrás
Destaque, Economia

EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Foto: Alan Santos/PR
A embaixada dos Estados Unidos no Brasil anunciou a doação de mais US$ 6 milhões de dólares para …

22 horas atrás
Cidades, Destaque, Saúde

Reabertura do comércio se dá com aumento de casos e mortes na RMVale

Foto: Lucas Lacaz Ruiz
Com alta de casos positivos de Covid-19 e queda no isolamento, a RMVale prepara o passo mais …

1 dia atrás
Economia, Política

Doria anuncia plano de retomada da economia

Foto: Governo de SP
O governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje (29) que vai dividir a região metropolitana de …

2 dias atrás
Esporte

Campeonato Brasileiro de Rúgbi, com São José e Jacareí, é cancelado

Foto: Divulgação/Fabio Lapa
A CBRu (Confederação Brasileira de Rugby) e os 12 clubes participantes do Campeonato Brasil de Rugby 15 decidiram, …

2 dias atrás
Cidades, Destaque, Saúde

São José dos Campos anuncia construção de hospital em 45 dias; após a pandemia local será pronto-socorro

Maquete da Prefeitura de como deve ser o novo pronto-socorro. Foto: Reprodução/PMSJC
A Prefeitura de São José dos Campos anunciou nesta …

2 dias atrás
Economia

Beneficiários do auxílio emergencial podem pagar compras via celular

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
A partir de hoje (29), os beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 – R$ 1,2 …

2 dias atrás
Cidades

Marinha alerta para ressaca e ondas de até três metros no Litoral Norte

Foto: Divulgação
A Marinha do Brasil emitiu um alerta para a formação de ressacas e de ondas de até três metros …

2 dias atrás
Destaque, Economia

PIB brasileiro recua 1,5% no primeiro trimestre

Foto: Agência Brasil
O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, …

2 dias atrás