Categoria: Destaque, Economia

Mercado financeiro prevê queda de 1,18% da economia este ano

Previsão do mercado para o PIB de 2021, 2022 e 2023 continua em 2,50%

Kelly Oliveira/Agência Brasil - Publicado em 6/04/2020, às 9:24 • Atualizado em 6/04/20, às 9:24




Mercado financeiro prevê queda de 1,18% da economia este ano

Foto: Agência Brasil

O mercado financeiro estima queda ainda maior da economia este ano, por influência da pandemia do coronavírus. A previsão de recuo do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – agora é de 1,18%. Essa foi a oitava redução consecutiva. Na semana passada, o mercado  previa queda de 0,48%.

A estimativa consta do boletim Focus, uma publicação elaborada todas as semanas pelo Banco Central, com a projeção para os principais indicadores econômicos.

As previsões do mercado para o PIB de 2021, 2022 e 2023 continuam em 2,50%.

Já a cotação do dólar deve fechar o ano em R$ 4,50, a mesma previsão da semana passada. Para 2021, a expectativa é que a moeda americana fique em R$ 4,40, contra R$ 4,30 da semana passada.

Inflação

As instituições financeiras consultadas pelo BC também reduziram a previsão de inflação de 2020. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu, pela quarta vez seguida, ao passar de 2,94% para 2,72%.

Para 2021, a estimativa de inflação também foi reduzida, de 3,57% para 3,50%. A previsão para os anos seguintes – 2022 e 2023 – não teve alterações e permanece em 3,50%.

A projeção para 2020 está abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Para 2021, a meta é 3,75% e para 2022, 3,50%, também com intervalo de 1,5 ponto percentual em cada ano.

Selic

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, estabelecida atualmente em 3,75% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Para o mercado financeiro, a expectativa é que a Selic tenha mais uma redução e encerre 2020 em 3,25% ao ano. Na semana passada a previsão para o fim de 2020 era 3,50% ao ano.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica. Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Para o fim de 2021, a expectativa é que a taxa básica chegue a 4,75% ao ano. A previsão anterior era de 5% ao ano. Para o fim de 2022, as instituições mantiveram a previsão em 6% ao ano e, para o final de 2023, a estimativa passou de 6,25% ao ano para 6% ao ano.



A matéria continua após a publicidade
Publicidade

Publicidade
Últimas noticias
Cidades

CAF: Jacareí inicia obra de ligação da Av. Davi Lino com o Parque Meia Lua

Obra de ligação da Davi Lino com o Parque Meia Lua teve início em Jacareí. Foto: Divulgação/PMJ
A Prefeitura de Jacareí …

1 hora atrás
Cidades, Destaque, Saúde

Com isolamento em baixa e casos em alta, Vale do Paraíba entra em semana decisiva

Foto: Adenir Britto/CMSJC

O Vale do Paraíba entra na semana decisiva ao enfrentamento do novo coronavírus com os principais indicadores em …

1 hora atrás
Economia

Caixa segue com pagamento de segunda parcela do auxílio emergencial

Foto: Agência Brasil
A Caixa Econômica Federal continua hoje (25) a pagar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 …

5 horas atrás
Cidades, Saúde

Campos do Jordão nega abertura do comércio em 1º de junho e fala em ‘fake news’

Foto: Divulgação
A prefeitura de Campos do Jordão negou informação divulgada nas redes sociais de que o prefeito Fred Guidoni teria …

5 horas atrás
Destaque, Economia

Mercado financeiro prevê queda de 5,89% na economia este ano

Foto: Freepik
A previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira este ano chegou a 5,89%. Essa foi a …

5 horas atrás
Cidades, Política

Caçapava libera missas e cultos na pandemia

Paróquia Nossa Senhora da Boa Esperança, em Caçapava. Foto: Divulgação/Diocese de Taubaté
A Prefeitura de Caçapava publicou um decreto nesta sexta-feira …

1 dia atrás
Cidades, Coronavírus no Vale, Destaque

Homem de 96 anos é a 31ª morte por coronavírus em São José

Coronavírus em São José. Foto: Flavio Pereira/ CMSJC
A Prefeitura de São José dos Campos confirmou neste sábado (23) a 31ª …

1 dia atrás
Cidades

São José cancela compras de máscaras e álcool gel

Foto: Divulgação/ Agência Brasil
Após falhas, a Prefeitura de São José dos Campos cancelou cinco compras que haviam sido feitas com …

1 dia atrás
Cidades, Coronavírus no Vale

São José ultrapassa 600 registros de coronavírus; Jd. Aquarius lidera casos

Coronavírus em São José. Foto: OVale/ Sergio Nascimento
A Prefeitura de São José dos Campos ultrapassou os 600 casos de coronavírus …

2 dias atrás
Cidades, Coronavírus no Vale

Jacareí registra mais 12 casos e chega a 135 registros de coronavírus; veja bairros

Teste de Covid-19. Foto: Agência Brasil
A Prefeitura de Jacareí confirmou nesta sexta-feira (22) mais 12 casos e chegou a 135 …

3 dias atrás