fbpx
Categoria: Economia, Mais Destaques

Inflação oficial fecha 2020 em alta de 4,52%, maior alta desde 2016

Um dos maiores impactos para os consumidores foi a elevação de 14,09% nos preços de alimentos e bebidas

Redação SP RIO + Publicado em 12/01/2021, às 11:24 • Atualizado em 12/01/21, às 11:26




Inflação oficial fecha 2020 em alta de 4,52% segundo IBGE, maior alta desde 2016Foto: Marcelo Casal Jr/ Agência Brasil

A inflação registrou alta de 4,52% em 2020. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é a maior desde 2016, quando ficou em 6,29%. O percentual reflete o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), anunciado hoje (12) pelo IBGE, no Rio de Janeiro.

Em dezembro, o indicador – divulgado junto com o acumulado do ano – acelerou para 1,35%, que é a variação mais intensa desde fevereiro de 2003, quando tinha sido de 1,57%. É também a maior variação para um mês de dezembro desde 2002 (2,10%).

A alta no fechamento de 2020 aponta ainda que o índice do ano ficou acima do centro meta, definido pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que era de 4,0%, mas, ainda assim, permanece dentro da margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para baixo (2,5%) ou para cima (5,5%). Em 2019, a inflação tinha ficado em 4,31%.

Um dos maiores impactos para os consumidores em 2020 foi a elevação de 14,09% nos preços de alimentos e bebidas. Segundo o gerente da pesquisa, Pedro Kislanov, o crescimento, que é o maior desde 2002 (19,47%), foi provocado por fatores como a demanda por esses produtos e a alta do dólar e dos preços das commodities no mercado internacional. A alta nos preços dos alimentos foi um movimento global durante um ano marcado pela pandemia de covid-19.

Alta expressiva

O resultado do ano mostrou ainda que os preços do óleo de soja com 103,79% e do arroz com 76,01% dispararam no acumulado de 2020, mas outros itens importantes na cesta das famílias também subiram expressivamente, entre eles, o leite longa vida (26,93%), frutas (25,40%), carnes (17,97%),  batata-inglesa (67,27%) e tomate (52,76%).

A habitação, com 5,25%, também contribuiu para o comportamento da inflação, influenciada pelo aumento da energia elétrica (9,14%). O efeito do dólar sobre os preços dos eletrodomésticos, equipamentos e artigos de TV, som e informática provocou impacto nos artigos de residência, que também pesaram mais.

De acordo com o IBGE, em conjunto, alimentação e bebidas, habitação e artigos de residência responderam por quase 84% da inflação de 2020.

Transportes

Segundo maior peso na composição do indicador, os transportes encerraram 2020 com alta de 1,03%. O gerente da pesquisa contou que houve quedas fortes, em abril e maio, por conta do preço da gasolina, que fechou o ano em queda (-0,19%), apesar das seis altas consecutivas em junho e dezembro, mas houve compensações. “As passagens aéreas tiveram uma queda de 17,15% no acumulado do ano, ajudando a puxar o resultado para baixo”, concluiu.

O vestuário foi o único grupo a apresentar variação negativa (-1,13%) explicada pelo isolamento social. “As pessoas ficaram mais em casa, o que pode ter diminuído a demanda por roupas. Tivemos quedas em roupas femininas (-4,09%) e masculinas (-0,25%) e infantis (-0,13%), calçados e acessórios (-2,14%). A única exceção foram joias e bijuterias (15,48%), por causa da alta do ouro”, revelou.

A inflação de 2020 mostrou também que a alta dos preços foi generalizada em todas as 16 localidades pesquisadas pelo IBGE. A maior variação do ano foi em Campo Grande (6,85%), por conta das carnes e da gasolina.

Na sequência, tem-se Rio Branco (6,12%), Fortaleza (5,74%), São Luís (5,71%), Recife (5,66%), Vitória (5,15%), Belo Horizonte (4,99%) e Belém (4,63%). Todas essas localidades ficaram acima da média nacional (4,52%).

O menor índice ficou com Brasília (3,40%), influenciado pelas quedas nos preços das passagens aéreas (-20,01%), dos transportes por aplicativo (-18,71%), dos itens de mobiliário (-7,82%) e de hospedagem (-6,26%).

Dezembro

A inflação de dezembro subiu para 1,35%, enquanto em novembro tinha sido de 0,89%. O resultado é a maior alta mensal desde fevereiro de 2003. Naquele momento, o indicador avançou 1,57%. É ainda o maior índice para um mês de dezembro desde 2002 (2,10%). Em dezembro de 2019, a variação havia ficado em 1,15%.



Publicidade

Deixe seu comentário:
Os comentários não representam a opinião da SP Rio +. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Últimas noticias
Cidades, Destaque

Poupatempo de São José dos Campos ficará fechado durante a fase vermelha na cidade

Foto: Divulgação
O Poupatempo de São José dos Campos ficará fechado durante a fase vermelha da cidade, decretada pelo prefeito Felicio …

17 horas atrás
Cidades, Mais Destaques

Mesmo na fase laranja, Taubaté vai restringir horário do comércio

Foto: PMT
A Prefeitura de Taubaté informou que a partir de segunda-feira (18) o município irá adotar medidas mais restritivas de …

2 dias atrás
Cidades, Destaque

Prefeitura de São José dos Campos regride a cidade para fase vermelha do Plano SP

Danilo Stanzani (Saúde) e Felicio Ramuth. Foto: SP RIO+
São José dos Campos irá regredir para a fase vermelha do Plano …

2 dias atrás
Cidades

EDP realiza manutenção da rede elétrica na região central de Taubaté

Foto: Divulgação EDP
A Prefeitura de Taubaté informou nesta sexta-feira (15), que equipes da concessionária de energia elétrica responsável pelo fornecimento …

2 dias atrás
Esporte, Saúde

Taubaté coloca estádio Joaquinzão a disposição da Prefeitura, para vacinação à Covid-19

Estádio Joaquinzão – Foto: EC Taubaté
O Esporte Clube Taubaté informou nesta sexta-feira (15) que disponibilizou à Prefeitura de Taubaté toda …

2 dias atrás
Esporte

Vôlei Taubaté encara o Blumenau em jogo único nas quartas de final da Copa do Brasil

Foto: Renato Antunes/Agência MaxxSports
E após um período fora das quadras, o Vôlei Taubaté recebe o Blumenau nesta sexta-feira (15), a …

3 dias atrás
Cidades

DER interdita tráfego na Oswaldo Cruz em Taubaté

Rodovia Oswaldo Cruz. Foto: Divulgação
O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) interditou o tráfego no km 13,3 da rodovia Oswaldo …

3 dias atrás
Cidades, Emprego

Empresa de Telecomunicações de Caçapava abre vaga para atendente, com salário de R$ 1.245

Foto: Divulgação
Uma empresa de Telecomunicações de Caçapava abriu vaga para Atendente, com salário de R$ 1.245,00; vale-transporte, alimentação na empresa …

3 dias atrás
Cidades, Emprego

Pat de São José dos Campos oferece 49 vagas de emprego nesta sexta-feira

Foto: Divulgação
O PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) de São José dos Campos disponibilizou nesta sexta-feira (15), 49 vagas de …

3 dias atrás
Cidades

Prefeitura de São José dos Campos adquire dispositivos de visão artificial para a Educação Especial

Divulgação: PMSJC
A Prefeitura de São José dos Campos adquiriu 25 dispositivos de visão artificial que poderão ser acoplados à armação …

3 dias atrás